"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, junho 07, 2017

O polvo encarnado

Os emails trocados entre Adão Mendes e Pedro Guerra, ontem divulgados no Universo Porto da Bancada, poderão ser a matéria mais grave alguma vez revelada sobre o futebol português. Muito mais do que as escutas do Apito Dourado, os documentos do football leaks, as cartilhas do Benfica ou a gravação ilegítima de uma conversa entre Bruno de Carvalho e um conjunto de jornalistas. Importa ter bem presentes quem são as figuras envolvidas.

Adão Mendes é um antigo árbitro da primeira categoria (curiosamente conhecido como “o árbitro vermelho”…), que teve várias responsabilidades no mundo da arbitragem nas últimas décadas: para além de observador, integrou o conselho de arbitragem da Associação de Futebol de Braga, sendo um dos principais impulsionadores, por exemplo, da carreira do árbitro Manuel Mota… Hoje em dia, tanto quanto se sabe, trabalha para o Benfica.

Também para a turma de Carnide trabalha Pedro Guerra, famoso antigo jogador do Damaiense, comentador televisivo e diretor de conteúdos da BTV. É, acima de tudo, um dos principais operacionais da comunicação terrorista e fascista que o Benfica tem promovido ao longo dos últimos anos.

O que nos revelam, então, os emails trocados entre Adão Mendes e Pedro Guerra?

1. À data (época 2013/2014 – a primeira do treta), existia um conjunto de árbitros apadrinhados pelo Benfica: Jorge Ferreira (também conhecido como “o benfiquista de Fafe), Nuno Almeida (também conhecido como “Ferrari vermelho”), Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista.

2. De acordo com estes dois avençados do Benfica, esta estirpe de árbitros resulta de um trabalho desenvolvido ao longo de anos pelo “primeiro-ministro” Luís Filipe Vieira (uma expressão que dá bem conta do poder alcançado por esta figura: à escala do futebol português, é um dono disto tudo). Graças às suas capacidades para “ouvir, pensar, astúcia nas decisões e amor ao Glorioso, (…) hoje o SLB manda mesmo e os outros já não mexem nada”. Numa expressão muito feliz, o diretor de O JOGO José Manuel Ribeiro chama este trabalho um processo de “apuramento da raça”.

3. Acrescenta Adão Mendes: “O resto vem por acréscimo”. Pois veio. Foram quatro campeonatos.

4. E corrobora Pedro Guerra: “Se ele traçou essa estratégia, creio que só temos de segui-la. (…) E, na verdade, não temos tido muita razão de queixa”. Uma frase que devemos fixar e recordar quando ouvirmos Pedro Guerra, hipocritamente, a criticar arbitragens…

5. Considera ainda Adão Mendes: “Hoje quem nos prejudicar sabe que é punido, e este espaço foi conquistado com muito trabalho do primeiro-ministro”. É preciso alguma assunção mais clara de qual tem sido a estratégia do Benfica para ganhar campeonatos?

6. E conclui o ex-árbitro vermelho: “Vamos ter os padres que escolhemos e ordenamos, nas missas que celebramos, temos é de rezar e cantar bem”. Adão Mendes assume que o Benfica tem ao seu dispor os árbitros que escolheu e formou para as competições em que participa. Isto foi há quatro anos. Todos sabemos o que se passou depois, não? Ironia das ironias, estes emails só são conhecidos porque “alguém” não acatou a ordem que encerra a última mensagem de Adão Mendes: “AGORA APAGUE TUDO” (assim, em caps lock). Uma frase que diz tudo e que corresponde ao reconhecimento do conteúdo criminoso que circula nos emails entre a estrela do Damaiense e o árbitro vermelho.

Em suma: Adão Mendes, dinossauro da arbitragem e lacaio do Benfica, reconhece a Pedro Guerra, terrorista da comunicação e lacaio do Benfica, que a turma de Carnide, no momento em que inicia a caminha para o único tetra da sua história, tem a arbitragem completamente na mão. Isto é factual. As provas foram apresentadas e estão ao dispor de quem as queira utilizar. Ficamos à espera para ver o tratamento que será dado a esta informação quer pelas autoridades, quer pela imprensa do regime.

Texto: Baluarte Dragão


Nuno M Almeida
    Sangue LEONINO


4 comentários:

  • At 7/6/17 16:02, Anonymous Anónimo said…

    Mas nas competições europeias os padres são outros e o PAPA é adepto do São Lourenço de Almagro da Argentina.

     
  • At 7/6/17 16:21, Blogger Maria said…

    Alguém duvidava do polvo que se movia FORA-DAS-QUATRO-LINHAS?
    O domínio é avassalador em variadíssimos sectores e duvido, mas duvido mesmo, que tenham o que merecem!
    Ao contrário do sr. Ribeiro de O JOGO, que fala em "apuramento de raça", a minha mãe, a maior LEOA que está nos Céus, sempre disse.-"raça maldita". Eu sou filha da mãe!!!
    S.L.

     
  • At 7/6/17 16:26, Anonymous Anónimo said…

    LOL

    Nuno M Almeida

     
  • At 7/6/17 17:05, Anonymous Anónimo said…

    Muito bem Maria, subscrevo o seu comentário. O outro que está sempre a rir poderá, de futuro, não ter motivos para tal.

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home