"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

terça-feira, janeiro 17, 2017

E porque não Rui Jorge?

Rui Jorge, se estiveres disposto a aturar garotada e um Presidente com tiques de déspota, encaixas que nem uma luva em Alvalade. Deixamos de estoirar balúrdios com pernas de pau estrangeiros e voltamos a apostar na excelência da nossa formação!

Nuno M Almeida

E agora?

E agora Sr. Carvalho? E agora, Sr. Jesus? Porca miséria...

Nuno M Almeida

Já a formiga tem catarro



 Pedro Batista, diretor da Fundação Sporting:

"Os jogadores têm de correr muito mais. Não exijo que joguem bem, só exijo que deem tudo o que têm pela camisola que vestem. Também joguei futebol e, no final dos jogos, saía completamente 'partido'. 
Vejo muito poucos jogadores do Sporting no final das partidas neste estado. 
Faz-me confusão saber que há jogadores que depois de 90 minutos de futebol ainda têm disposição e energia para sair à noite, apesar de terem liberdade para o fazer".

E é a 'miudagem' desta que o nosso clube está entregue, a puxar as orelhas ao plantel e fazer remoques destes com esta frescura e ligeireza no canal oficial do clube. A menos que o rapazinho esteja simplesmente a fazer 'recados' e a debitar o que lhe mandaram dizer...

Já agora, e a talho de foice: se o rapazinho tem provas de que os jogadores do clube andam 'na balda', a gozar com o pagode e a pouparem no suor em campo, em vez de pôr em causa a estrutura que gere o futebol profissional - presidente da SAD, director desportivo... - a qual pelos vistos não faz o seu trabalho de forma correcta e eficaz ao não controlar as actividades extra-futebol dos seus atletas, transmita antes a quem de direito as suas provas e inquietações, mas no recato do clube e não na praça pública, mesmo que seja uma praça pública leonina!

Nuno M Almeida

segunda-feira, janeiro 16, 2017

Números que falam por si...



FINAL DA PRIMEIRA VOLTA

2013/2014 (Leonardo Jardim) - 34 pontos (15 jogos) - 2.27 pontos/jogo
2014/2015 (Marco Silva) - 36 pontos (17 jogos) - 2.12/jogo
2015/2016 (Jorge Jesus) - 44 pontos (17 jogos) - 2.59/jogo
2016/2017 (Jorge Jesus) - 34 pontos (17 jogos) - 2.00/jogo

E a esta análise, se quisermos ser mais rigorosos, poderemos ainda juntar os orçamentos de cada uma destas últimas 4 épocas, para facilmente constatarmos que com menos outros fizeram bem mais do que o actual treinador está a fazer em 2016/2017...

Nuno M Almeida

Liderança com chicote



Sacudir a água do capote,
Ir ao balneário insultar os jogadores logo após um mau resultado,
Tomar decisões de política desportiva imediatamente após um empate em Chaves,
Confrontar os jogadores, alijando as suas próprias responsabilidades e as do treinador por si escolhido...

Eis exemplos daquilo que um presidente de uma grande instituição não deve fazer. Jamais prescindindo do seu poder e dos direitos que a sua liderança, sufragada e legitimada pelos sócios, lhe confere, a serenidade, lucidez e objetividade devem ser, sobretudo nos maus momentos, as características que pautem a sua atuação.

O presidente que se confunde com o adepto pode ser um conceito que agrade ao adepto comum, às massas que se agregam em claques ou aos frequentadores dos núcleos, mas não é algo que se coadune com a liderança máxima de uma grande instituição, algo que seguramente o Sr. Carvalho aprendeu na Universidade Lusíada.

João Rocha foi, é e será sempre um dos melhores exemplos no universo leonino de um grande presidente a que alguns podem aspirar mas a cujo patamar jamais chegarão.


Nuno M Almeida

sábado, janeiro 14, 2017

As responsabilidades de Carvalho e Jesus

Na sequência de exibições paupérrimas, e se - sublinho o 'se' - tivermos o azar de sermos eliminados em Chaves na próxima semana, apenas pergunto quem assumirá a responsabilidade pelo futebol cada vez mais fraquinho que vamos exibindo e pelas contratações falhadas - Douglas, Meli, Alan Ruiz, Spalvis, Elias, Castaignos, André, Markovic, Bruno Paulista e mais uns quantos?

Será Jesus a assumir responsabilidades, ele que amarrou o seu presidente a uma possível indemnização milionária? Duvido...

Por outro lado, e não crendo que Carvalho perderá as próximas eleições, tudo isto lhe tirará grande parte do entusiasmo e credibilidade que grande parte da massa associativa lhe têm devotado.

Portanto, a manter-se esta miséria exibicional e de resultados, é óbvio e inevitável que algo terá que mudar, porque Jesus não terá pingo de margem de manobra para dar a volta.

A bem ou a mal algo terá que mudar. E responsabilidades deverão ser assumidas.

E pensar que este homem, o famoso cérebro, teve as condições que nem Leonardo Jardim ou Marco Silva tiveram. E este até uma Taça de Portugal conseguiu ganhar, mesmo com lacaios de Carvalho a fazerem-lhe a vida difícil!

 Nuno M Almeida

Que falta de classe

Nem aproveitar o deslize do SLB foram capazes. Futebolzinho inconsequente, rendilhado e tremenda falta de classe e motivação. Vão-se lixar e gozar com outro, pá! Candidatos ao título o tanas!

Nuno M Almeida

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Um triste circo



Triste espectáculo andam a dar os protagonistas do futebol português por estes dias - o país campeão europeu em título. Não só para dentro como para o exterior.

Arbitragens suspeitas, ameaças a árbitros e suas famílias, protagonismo dado a líderes de claques, acusações produzidas pelos clubes, retaliações entre emblemas, provocações nas redes sociais e nos jornais, acrimónia em programas televisivos de comentário desportivo...

É este o circo em que está transformado o futebol nacional com tantos palhaços de serviço, tais como alguns que visitam este espaço para deixar todo o seu fel e ressabiamento, a coberto do cobarde anonimato.

De facto, há mais e melhores actividades lúdicas para pessoas decentes e bem formadas passarem o seu tempo, em vez de andarem atentas às novelas diárias de cariz sul-americano do pontapé na bola.

Nuno M Almeida

quinta-feira, janeiro 05, 2017

E agora?

9 derrotas em 27 jogos oficiais. Um treinador dos mais bem pagos da Europa e um avultado investimento no plantel, muito superior ao que foi feito noutras épocas.

Será que tudo isto não exige uma análise urgente e aprofundada por parte das mais altas instâncias do clube? Ou vamos apenas agarrar-nos ao argumento dos erros de arbitragem, parecendo que somos uns anjinhos que não sabemos o 'meio' onde nos movemos?



Nuno M Almeida

quarta-feira, janeiro 04, 2017

Menos uma...

A equipa não jogou um caracol e a arbitragem foi aquilo a que estamos habituados. Enfim...



Nuno M Almeida

segunda-feira, janeiro 02, 2017

Notáveis... da treta!

Notáveis são os três milhões e meio de adeptos sportinguistas anónimos, os cento e tal mil sócios que pagam quotas e todos aqueles que anualmente adquirem gameboxes, muitas vezes com apertados orçamentos familiares. Todos aqueles que na sua vida quotidiana e anónima vivem e sentem o Sporting como ninguém!

Notáveis de tribuna ou notáveis de nome são conceitos que a mim nada dizem até porque se calhar muitos desses pretensos 'famosos' nem quotas pagam ou desembolsam um cêntimo que seja em prol do clube. Meras fogueiras de vaidades ao pior estilo do croquetismo.

Nuno M Almeida

(Cama)leões

Sabendo que na vida apenas os burros não mudam de opinião, há no entanto algo que prezo e muito valorizo: coerência e dignidade.
Saber que há pessoas que dizem cobras e lagartos de alguém, e pouco tempo depois vermos essas mesmas pessoas 'encostadas' a quem diabolizavam parece-me qualquer coisa de execrável. Mas enfim, uns têm coluna vertebral, ao passo que outros são demasiado 'maleáveis'...

Nota: é impressão minha ou António Ramalhete, antigo hoquista, é mesmo adepto confesso do SLB?

Nuno M Almeida

quinta-feira, dezembro 29, 2016

Começa o nervosismo...

Eu sei que nos próximos meses vai andar muita gentinha - e até gentalha - por aí muito nervosa porque estamos à porta de 2017 e em Março haverá eleições.

E como o tacho é bom e apetecível, até porque dada a projecção e o impacto do futebol na nossa sociedade, alavanca a notoriedade do mais discreto zé ninguém, abrindo portas que de outra forma jamais se abririam, escusam de vir até este blogue à procura de sangue porque sobre o próximo exercício eleitoral ou sobre candidatos nem uma palavra aqui se publicará.

Portanto, evitem os disparates, os insultos e as tretas do costume porque o filtro estará bem activo. Se querem lavar roupa suja podem ir para os sites oficiais das várias candidaturas.

É que no que a mim diz respeito, sócio há mais de três décadas, a palavra sobre as eleições será dada através do voto depositado na urna. Nada mais! Para outros peditórios já não dou!

Nuno M Almeida

quarta-feira, dezembro 28, 2016

Começou a pré-campanha

Não conheço Pedro Madeira Rodrigues, não sei quais as suas ideias ou projecto para o Sporting, reconheço aquilo que de bom foi feito no mandato do actual presidente, mas irrita-me a postura do "agarrem-me senão não me recandidato".

Que apareçam mais candidatos, que se discuta com elevação as várias ideias e propostas, mas acima de tudo que haja civismo, urbanidade e elevação. É que somos o Sporting, não uma qualquer colectividade de bairro!

Nuno M Almeida

sexta-feira, dezembro 23, 2016

Boas Festas!



Clubismos e capelinhas, facções ou grupinhos à parte, quero desejar nesta época da boa vontade um Natal muito Feliz a todos os visitantes, frequentadores e amigos do Sangue LEONINO!

Nuno M Almeida

quinta-feira, dezembro 22, 2016

São Bas Dost...

Valha-nos na quadra natalícia um tal de São Bas Dost, porque de resto, em terras de Belém, foi uma exibição bem fraquinha.

Nuno M Almeida

terça-feira, dezembro 20, 2016

Prefiro rissóis!



Para esclarecer certas mentes aparentemente inquietas, e para que saibam com o que aqui contam, até porque não tenho por hábito esconder as minhas opiniões, não votei em Bruno de Carvalho, jamais votarei em Bruno de Carvalho - a menos que haja uma reviravolta espantosa ou um cataclismo - pelo que espero sinceramente que apareça uma terceira via, uma via que se distinga do viscondismo croquetista que faliu o clube e que nos levou ao desnorte nas últimas décadas, e que marque também a diferença em relação a este populismo bacoco e serôdio de Bruno de Carvalho, que dispara em todas as direcções e que roça o despotismo, na lógica do 'quero, posso e mando' ou do 'quem não é por nós é contra nós'! 

Se querem sócios subservientes, acéfalos, resignados e rendidos a uma lógica de não crítica e que deixam que sejam os outros a pensar por eles, não contem comigo! É que não gosto de croquetes (prefiro rissóis de camarão!), mas muito menos de carneiradas, de homens providenciais ou de D. Sebastiões que se julgam donos dos clubes a que presidem!

 Nuno M Almeida

Taça de Portugal



Quartos de final: 

Sp. Covilhã - Vitória de Guimarães
Benfica - Leixões
Desportivo de Chaves - Sporting 
Estoril - Académica

 Meias finais: 

Vencedor do Covilhã - V. Guimarães vs vencedor do Chaves - Sporting 
Vencedor do Benfica - Leixões vs vencedor do Estoril - Académica


Nuno M Almeida

Capanguice: ficção ou realidade?

Espero sinceramente, enquanto sócio e adepto do Sporting, e cidadão livre deste país, que certas notícias hoje publicadas na imprensa desportiva sejam falsas.

É que nada me repugna mais do que pensar que no meu clube se entrou numa era de capanguice, em que poderes instalados ameaçam através dos seus gorilas quem ouse equacionar a candidatura à presidência do Spprting.

Eu sei que o tacho é bom e muito apetecível mas ainda quero crer na decência de quem lidera o clube e dos seus acólitos.


Nuno M Almeida

segunda-feira, dezembro 19, 2016

É tempo de fazer um balanço



Dezembro de 2016, mês 'horribilis' para o nosso Sporting:
- eliminados das provas europeias;
- derrotados no processo Doyen;
- derrotados na Luz, quando tínhamos o primeiro lugar à nossa mercê;
- derrotados em casa com o Braga, caíndo para o quarto lugar, a par de Guimarães.

É um facto que nem tudo o que se tem feito em Alvalade nestes últimos anos e neste mandato do actual presidente é mau.
Reorganizou internamente a estrutura, cortou gorduras, reaproximou o clube dos sócios, deu andamento à construção do pavilhão, contratou bons treinadores (Jardim, Silva e Jesus), obteve um excelente patrocínio (NOS) e conseguiu que estivéssemos de volta à Champions.

Mas, e há sempre um 'mas', adoptou uma postura interna de quero, posso e mando. Externamente, optou por dar tiros em todas as direcções, não acautelando alianças ou apoios tácticos.

Contratou Jesus, técnico campeão nacional,  dando carta branca à habitual filosofia deste em optar por estrangeiros, muitas vezes de qualidade duvidosa, do que nos jovens promissores da nossa famosa academia.

O treinador contratou 'apenas' 25 jogadores desde que chegou a Alvalade. Meli? Petrovic? André? Castaignos? Alan Ruiz? Markovic (empréstimo)? Spalvis? Ciani? Barcos? Naldo? Aquilani? Bruno Paulista? Elias?
Ao invés, por onde andam Palhinha, Iuri Medeiros, Podence, Tobias Figueiredo ou Matheus Pereira?
Por outro lado, pergunto se foi Jesus que descobriu e potenciou João Mário, e até Slimani, ou antes, os 'diabolizados' técnicos que o antecederam?

A verdade é que tudo isto tem sido sinónimo de um brutal aumento da folha salarial, inclusivé com Bruno Carvalho a transformar Jesus num dos treinadores mais bem pagos da Europa, sendo que no caso de vários jogadores com retorno desportivo e/ou económico igual a zero!

Por último, porque quer nas vitórias, quer nas derrotas, o principal timoneiro deverá ser sempre o primeiro a assumir, espero agora que Bruno Carvalho - de quem não sou admirador embora também não aprecie viscondismos e croquetes - tenha a coragem e a humildade de assumir, não apenas os sucessos, mas também os fracassos. E que abuse menos do discurso de que tem vergonha de pertencer ao mundo do futebol ou do 'agarrem-me, caso contrário, vou-me embora!".
É que quando não estamos bem - mesmo que muito bem remunerados -  temos bom remédio...

Nuno M Almeida